Alguém aí pediu mais review?

Dessa vez, não vou enrolar! Deixo vocês com Hanebado!


hanebado-coverSinopse: “Hanesaki Ayano é uma garota excepcional no badminton, mas por algum motivo evita praticar o esporte. Ao ingressar no ensino médio junto com sua amiga de infância, Elena, e após descobrir que sua escola tinha um clube de badminton, Ayano já sabe o que deve evitar. Mas, ela não contava que Elena faria de tudo para que ela se juntasse ao clube, mesmo contra sua vontade. Contudo, a opinião de Ayano muda rapidamente após um reencontro inesperado com Aragaki Nagisa, uma das adversárias que ela derrotou em um torneio durante o fundamental. Nagisa, ainda surpresa e em êxtase a pessoa que ela não conseguiu vencer, desafia prontamente a garota para uma revanche.
Um novo capítulo na história de Ayano no badminton começa a ser escrito!”

Esportes são um gênero já estabelecido e muito bem sucedido entre os animes, cativando um grande número de pessoas – fãs de esporte ou não – por apresentar histórias pautadas no esforço e superação, competição e no desenvolvimento pessoal e profissional dos seus personagens, dentre outros temas. Embora os animes incorporem diversos esportes, há sempre os mais populares, em detrimento de outros que raramente ou nunca apareceram. Por isso,  Hanebado é interessante de cara, ao trazer para os animes um novo esporte: o Badminton.

holy-sakuga-2

O anime já insere o espectador direto na ação, já ostentando sua exuberante qualidade de produção. Em destaque, temos a disputa entre Hanesaki Ayano e Aragaki Nagisa, ainda na no ensino fundamental. Derrotada, é natural observar a frustração e o cansaço físico e mental de Nagisa, principalmente após ser incapaz de marcar um único ponto. Contudo, essa cena divide a atenção com o descontentamento daquela que saiu vitoriosa, sentimento esse imprimido na expressão de insatisfação e desespero de Ayano. Para finalizar, ambas perguntam a si próprias:

badminton-wo-nanno-tame-no-1

Por quê eu estou jogando Badminton?

badminton-wo-nanno-tame-no-2.gif

A história é centrada em Ayano, que recém-chegou ao ensino médio. Mas essa parece até outra pessoa, uma garota normal que busca viver sua vida escolar ao lado da amiga Elena e que, sobretudo, não quer saber mais de badminton. Pela longa amizade, Elena sabe sobre o enorme talento natural de Ayano e os bastidores de seu desgosto pelo esporte, e justamente por isso tenta coagir a amiga à tentar de novo, literalmente arrastando ela até o clube de badminton da escola. No clube, o reencontro fatídico com Nagisa acaba acendendo a chama em ambas, uma vontade de superar umas às outras. A partir daí, Ayano e Elena se juntam ao time.

A história de Hanebado se apoia fortemente na dualidade entre esforço e talento. De um lado, Ayano que é naturalmente talentosa para o esporte e aparenta nunca ter se feito muito esforço para aperfeiçoá-lo; do outro, Nagisa, sem nenhum tipo de talento natural e que chegou ao nível atual completamente pelo esforço – por vezes, exagerado. Elas duas protagonizam e personificam esse conflito entre os talentosos versus os esforçados – até certo ponto, um pouco clichê em animes de esporte.

showdown

Outros aspectos muito bem explorados são a rivalidade e a paixão pelo esporte. À medida que o elenco cresce e os personagens chave vão sendo introduzidos, o enredo vai ficando mais robusto e interessante, principalmente quando o foco paira sobre os seus desenvolvimentos. Contudo, mesmo o elenco coadjuvante é bem trabalhado, pois eles têm suas personalidades, motivações e objetivos ao praticar o esporte. Tudo isso chega ao ápice durante o torneio intercolegial, no qual a habilidade convicção de todos é colocada à prova. No fim, a maioria deles desempenha um papel mais ou menos relevante e não se deixam relegar ao esquecimento por parte de quem assiste.

ace-in-the-hole

O badminton é apresentado de uma forma extremamente realista, onde raramente são utilizados as hipérboles e elementos fantásticos pelos quais os animes são conhecidos. Mas, isso não impede que as partidas sejam bastante empolgantes e sigam em um ritmo frenético, o que pode ser atribuído à excelente produção técnica do anime. A animação é extremamente fluida e muito detalhada, que combinada a uma direção, cinematografia e trilha sonora espetaculares, promovem o anime a um dos mais bonitos da temporada, deste ano ou até mesmo de modo geral.

holy-sakuga-1
A fluidez na animação das cenas de badminton é impressionante.

Nenhum anime de esporte trata  do esporte em si, mas dos os personagens que o praticam e como ele influencia o contexto ao seu redor. Logo, é normal que haja bastante preocupação em apresentar o contexto, desenvolver os personagens – geralmente, de forma introspectiva – e assim por diante.

Tendo isso em mente, Hanebado peca em um aspecto crucial: coerência em sua projeção para o público. O enredo é foca muito nos personagens e no desenvolvimento interno (character-driven) deles, em detrimento aos eventos e o contexto da história (plot-driven). Para exemplificar, as partidas são muito bem feitas, mas a maior parte da sua duração é preenchida por monólogos internos e introspecção, e acaba retirando toda a atenção do badminton em si. Na verdade, muitas das partidas seguem apenas até o momento que o personagem atinge seu ponto de maturação, e então são rapidamente encerradas para dar prosseguimento à história. Para um anime que tenta chamar a atenção pelo fator esporte, ele acaba focando demais em melodrama e crescimento pessoal.

Isso não é só evidente dentro das partidas, uma vez parte do enredo gira em torno do trauma que fez Ayano largar o badminton e a mudança radical em seu personagem quando isso está sob os holofotes. Embora não seja algo desinteressante em si, o anime gasta tempo demais tentando trabalhar esse dramatização exagerada e coloca o esporte em segundo plano, e assim perde a atenção daquelas pessoas que vieram pelo jogo. E, pra piorar, no final isso acaba sendo mal resolvido – embora chamar de “resolução” é um exagero – e todo o desenvolvimento de Ayano é jogado no lixo. Mais que isso, Nagisa acaba roubando a cena e sendo melhor aproveitada que sua rival, sendo a personagem que mais evolui ao longo da história.

say-cheese-2.gif

É preciso elogiar a obra por sua representação feminina, refletida em suas personagens. Dentre os animes de esporte – e talvez até de modo geral – onde o elenco é majoritariamente feminino, é comum ver sexualização e fanservice exagerados, como também um enredo despreocupado e difícil de levar a sério. Em Hanebado não há nada disso, pois ele se aproxima bastante realidade nos esportes femininos: elas se esforçam e dão tudo de si; são apaixonadas pelo esporte; choram, frustram, vibram, comemoram, se irritam, e por aí vai. É estranho colocar isso dessa forma, porém é um dos raros animes que representam as mulheres nos esportes de forma semelhante aos homens nos animes com elenco predominantemente masculino.

ed

Hanebado é um ótimo anime, porém acaba caindo de cara no seu próprio marketing. É claro que fãs do gênero de esportes podem gostar bastante dele, devido à sua ótima representação do badminton, mas é importante saber de antemão que ele foca bem menos no esporte do que aparenta. Ele é mais recomendado para quem gosta de histórias que focam no crescimento dos personagens enquanto pessoas e um melodrama que exagera às vezes, mas ainda é interessante de se ver.


E esse é o fim do penúltimo dia dessa semana de reviews da temporada de Verão 2018, aqui no AnimeAnimura…
É triste, eu sei, mas ainda não acabou!

O que acharam de Hanebado? Foi um dos animes mais populares da temporada passada, então é bem provável que muitos de vocês assistiram. Comentem aqui em baixo as opiniões de vocês!

Voltaremos amanhã, para o último dia da “Final de Temporada”.
KuuhakuDesu, peace out!

Anúncios