Nesse mundo otaku atual, muita coisa acaba sendo falada e espalhada, e muitas delas são bem bestas, sendo bem educado. E uma ideia que eu acho bem estúpida, é essa ideia de “Clichê é ruim”. Eu gostaria de fazer uma pequena reflexão sobre essa ideia e de como e não acho ela muito correta.

Antes de começar, vamos contextualizar o “Clichê”. Clichê seria basicamente algo extremamente comum, nesse caso, são arquétipos de algum gênero que são utilizados em excesso.

Eu costumo pensar que as pessoas que dizem que “Clichê é ruim”, não gostam de coisas muito padrão. Porém, algo ser padrão não torna esse algo ruim. Só é assim se for mal usado. Por exemplo, Haikyuu é um anime/mangá de esporte extremamente padrão, porém ele tem um destaque muito grande dentro de comunidade Otaku, por ele saber utilizar os personagens e os elementos do gênero, tornando tudo muito orgânico e lotado de emoção.

Resultado de imagem para haikyuu gif

Eu costumo ver muito essa critica em relação a Shounen. Já vi muita gente dizendo que “Jojo é ruim por que é clichê”, o que pra mim é algo bem difícil de engolir. Por que, em especial a Parte 1, é sim algo mais padrãozinho, porém é bem diferente das histórias shounen de hoje em dia.

As histórias shounen hoje em dia costumam ser algo aonde o protagonista é determinado e ele quer crescer e ser o melhor em algo, como em One Piece, Naruto e Boku no Hero. A Parte 1 não tem isso. Na verdade, o protagonista nem queria ser alguém com poderes ou algo desse tipo, ele só queria viver em paz. Ele só acabou tendo que aprender o Hamon, por que o irmão adotivo dele virou um psicopata vampiro e nesse processo acabou matando o pai dele. Isso por si só já torna a parte 1 menos clichê.

Resultado de imagem para jojo part 1 gif
Épico.

Outra coisa que acaba entrando nesse âmbito também, é a ideia de “Desconstrução”. Isso acaba sendo muito usado em conjunto a Hunter x Hunter, que é outra coisa que eu discordo. Uma desconstrução deveria utilizar os arquétipos do gênero para criticar o gênero, e modificar o sentido das coisas para isso. Coisa que Hunter x Hunter não faz.

Ele é uma história muito bem escrita, extremamente inteligente, sabe utilizar muito bem o que ele introduz, mas, ainda é um shounenzão. O Gon sai em uma jornada, faz amigos, derrota os caras maus, quer encontrar o pai fodão (Que é um arquétipo já utilizado em praticamente todo shounen existente). Porém, é bem feito, ele consegue te deixar empolgado e curioso com um episódio inteiro sobre subir uma escada, ou algo bem mais simples que isso, por ele ser muito bem escrito.

Resultado de imagem para hunter x hunter gif

Ou Boku no Hero. Que é uma coisa extremamente padronizada, e usa o que já foi feito em mil lugares de novo. Mas, ele tem ótimos personagens, ele é empolgante e a ação é bem feita. Ou saindo da sessão mangá shounen, olhe para Gurren Lagann. Que é praticamente perfeito, que é a coisa mais inspiradora que já vi na minha vida, aonde todos os personagens evoluem e ele te empolga até o infinito. Eu vou fazer um artigo sobre TTGL algum dia, não vou me alongar muito aqui.

Resultado de imagem para TTGL gif
Gurren Lagann mora no meu kokoro demais

Esse artigo foi meio bagunçado, mas acho que vocês entenderam o meu ponto. Clichê não é defeito, é característica que pode ser usado bem ou mau. Não usem isso para diminuir obras, isso é bem idiota.

Agora, adeus.

Resultado de imagem para Jojo goodbye gif

Anúncios